Pular para o conteúdo principal

Como definir o salário do dono de uma empresa


salarioA vida é irônica. Quem vê de fora a vida de um empreendedor acha que o dono de uma empresa pode tirar quanto quiser de salário, o chamado pró-labore. Afinal, definir a própria remuneração é o sonho de qualquer empregado. Mas a vida é irônica e também é dura. O patrão também não pode escolher o próprio ordenado – pelo menos se você quiser garantir a saúde financeira de sua empresa. Ou, ainda, se não quiser arrumar uma briga com seus sócios. Ou, pior, se não quiser arranjar dor-de-cabeça com a Receita Federal.

Como estabelecer, então, o salário do proprietário de uma empresa? A resposta a essa pergunta está numa boa reportagem, com várias dicas pontuais, no site da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. "É preciso definir um valor de retirada para os sócios, mesmo antes de o negócio apresentar lucro", aconselha José Maria Alcazar, presidente do Sindicato das Empresas de Contabilidade e Assessoramento (Sescon), em entrevista ao site. "Esse valor pode aumentar à medida que a empresa dá retorno."

Veja as dicas
Impostos em dia
As empresas em débito ou atraso com tributos não podem distribuir oficialmente pró-labore (valor recebido pelo sócio pelo trabalho desenvolvido) ou lucro aos sócios.
Tudo documentado
Os sócios investidores, aqueles que contribuem apenas com recursos para a formação do capital da empresa, só têm direito ao lucro apurado anualmente. Mas os que entram com dinheiro e também trabalham no negócio têm direito tanto aos lucros quanto ao pró-labore.
Salário de mercado
Em caso de dúvida em relação ao valor ideal de pró-labore, os especialistas aconselham tomar como base os salários médios pagos aos profissionais de mercado que têm a mesma função que o empresário desempenha diariamente à frente do negócio.
Cuidado com o Fisco
O pró-labore incide sobre INSS e Imposto de Renda, o que não acontece com o lucro, que é tributado na fonte. No entanto, não é mais vantajoso estabelecer um pró-labore baixo e declarar a maior parte da retirada como lucro. "Se a empresa reparte altos valores de lucros regularmente entre os sócios e cada um tem oficialmente um pró-labore baixo, a Receita Federal entenderá essas transações como fraude. E isso pode resultar em multa", afirma Alcazar.
Estímulo às vendas
Uma alternativa para criar um sistema móvel de retiradas é estabelecer regras de bônus atreladas às vendas.
Quanto mais regras, melhor
Além de repartir o lucro em pró-labore, reinvestimento na empresa e bônus, é recomendável separar uma parte também para despesas extras com pessoal, disse ao site Roger Kayasima, sócio da Iris Massas Rotisserie.

Conheça algumas dicas

Impostos em dia
As empresas em débito ou atraso com tributos não podem distribuir oficialmente pró-labore (valor recebido pelo sócio pelo trabalho desenvolvido) ou lucro aos sócios.

Tudo documentado
Os sócios investidores, aqueles que contribuem apenas com recursos para a formação do capital da empresa, só têm direito ao lucro apurado anualmente. Mas os que entram com dinheiro e também trabalham no negócio têm direito tanto aos lucros quanto ao pró-labore.

Salário de mercado
Em caso de dúvida em relação ao valor ideal de pró-labore, os especialistas aconselham tomar como base os salários médios pagos aos profissionais de mercado que têm a mesma função que o empresário desempenha diariamente à frente do negócio.

Cuidado com o Fisco
O pró-labore incide sobre INSS e Imposto de Renda, o que não acontece com o lucro, que é tributado na fonte. No entanto, não é mais vantajoso estabelecer um pró-labore baixo e declarar a maior parte da retirada como lucro. "Se a empresa reparte altos valores de lucros regularmente entre os sócios e cada um tem oficialmente um pró-labore baixo, a Receita Federal entenderá essas transações como fraude. E isso pode resultar em multa", afirma Alcazar.

Estímulo às vendas
Uma alternativa para criar um sistema móvel de retiradas é estabelecer regras de bônus atreladas às vendas.

Quanto mais regras, melhor
Além de repartir o lucro em pró-labore, reinvestimento na empresa e bônus, é recomendável separar uma parte também para despesas extras com pessoal, disse ao site Roger Kayasima, sócio da Iris Massas Rotisserie.

Tags: 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

Gigantes da Indústria - Documentário

A América não foi descoberta, foi construída. Os nomes Rockefeller, Vanderbilt, Carnegie, Astor, Ford e Morgan são sinônimos do chamado "sonho americano". Eles desenvolveram uma visão ousada e criaram grandes indústrias que foram base para o progresso no mundo. São indústrias de combustível, estradas de ferro, aço, transportes, automóvel e finanças. Eles estabeleceram políticas econômicas, se envolveram em eleições presidenciais, e sua influência sobre os acontecimentos mais importantes do século passado é incalculável.


Gigantes da Indústria - Ep 1 Começa outra Guerra [History Channel HD]


Gigantes da Indústria - Ep 1 Começa outra...por DOCUMENTARIOSBM


Gigantes da Indústria Ep 2 Encontrando Petróleo [History Channel HD]


Gigantes da Indústria Ep 2 Encontrando...por DOCUMENTARIOSBM


Gigantes da Indústria - Ep 3 Nasce a Rivalidade [History Channel HD]


Gigantes da Indústria - Ep 3 Nasce a Rivalidade...por DOCUMENTARIOSBM


Gigantes da Indústria - Ep 4 Derramamento de Sangue [History…