Pular para o conteúdo principal

iCloud promete revolucionar a indústria musical

image.png
Jobs começou a apresentação dizendo que, se as pessoas gostaram de tudo até agora, é porque não viram o que o iCloud é capaz de fazer. No discurso, Steve Jobs disse que, há 10 anos, percebeu que o computador seria um "hub" para a vida - todas as suas fotos, músicas, trabalho e vida particular estariam associados a ele. Mas hoje, as pessoas têm vários dispositivos e todos eles podem carregar esses conteúdos. Por isso, a sincronização tornou-se necessária.   

Leia também: Mac OS X Lion traz 250 novos recursos
Leia também: iOS 5 traz integração com o Twitter


Com o iCloud, as pessoas poderão sincronizar todo o conteúdo na "nuvem", e puxar para qualquer device que quiser. Automaticamente, o sistema faz o upload, armazena e devolve para qualquer um dos seus dispositivos. "Não há nada a aprender. Tudo simplesmente funciona", complementa Jobs.  Este é, na verdade, o antigo MobileMe da própria empresa, mas sem custos. Para ter acesso, basta criar uma conta de email "@me.com" e fazer o login em todos os dispositivos para os quais deseja fazer a sincronização.

Os contatos de email ou telefone, além dos compromissos de agenda adicionados em qualquer dispositivo são enviados para a nuvem e, depois, sincronizados com todos os outros aparelhos. O melhor: tudo isso funcionará de graça e sem anúncios publicitários. O iCloud funciona não só na plataforma Mac, mas também com PCs. O serviço será disponibilizado junto com o iOS 5 e os usuários terão 5 GB de armazenamento para emails na nuvem, gratuitamente.  

O iTunes também estará na nuvem. Assim, você não precisará sincronizar seu aparelho sempre que quiser alterar a sua biblioteca musical. Segundo Jobs, esta é a primeira vez que a indústria da música permite a distribuição de um arquivo para vários dispositivos diferentes (mas com um limite máximo de 10 equipamentos). Na demonstração, uma música demorou 30 segundos para ser baixada da nuvem para o iPhone.  

As músicas que você já tem na sua biblioteca, e que não foram baixadas diretamente da iTunes Store, podem ser sincronizadas via WiFi. Mas existe um outro serviço, chamado iTunes Match. Ao invés de subir toda a sua biblioteca para a nuvem - o que poderia demorar semanas, dependendo da quantidade de arquivos que você tem -, o sistema identifica faixas idênticas e te dá os mesmos benefícios de músicas compradas na iTunes Store, inclusive com a qualidade de 256 Kbps AAC, sem DRM. O upload só será feito das músicas que não existirem na iTunes Store. Este serviço custará US$ 24,99 por ano, independentemente da quantidade de músicas que você tem em seu computador. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br