Pular para o conteúdo principal

Idade não é desculpa para deixar de aprender uma nova língua


Nunca é tarde para aprender outro idioma. Surpreendentemente, sob algumas condições, os adultos acabam por ser melhores do que as crianças ao tentar adquirir a habilidade de falar uma nova língua.
Acredita-se que as crianças menores de sete anos são boas em sacar as novas linguagens porque seus cérebros se reprogramam mais facilmente.
Também, elas usam o que é chamado de "memória para aprender", que significa aprender uma linguagem sem usar o pensamento consciente. Adultos confiam na memória explícita, em que eles conscientemente aprendem as regras de uma língua.
Agora, alguns linguistas sugerem que essa diferença aparente na capacidade de aprendizagem de novas línguas reflete a atitude das crianças, jovens e adultos, e não verdadeiras diferenças no cérebro.
Pesquisadores desenvolveram um experimento no qual crianças com 8 anos de idade, 12 anos e adultos tiveram a oportunidade de aprender regras de uma nova língua.
Em uma regra inventada, os verbos deveriam ser escritos e pronunciados de forma diferente, dependendo se se referia a um objeto animado ou inanimado. Os participantes foram convidados a ouvir uma lista de pares de substantivos-verbos. Dois meses depois, eles foram testados para ver do que se lembravam.
Segundo os pesquisadores, os adultos foram consistentemente melhor em tudo o que foi medido. Quando pediram aos participantes para aplicar a regra a novas palavras, as crianças com 8 anos não conseguiram realizar a tarefa, enquanto a maioria das que tinham 12 anos e dos adultos acertou mais de 90%.
Os adultos se saíram ainda melhor e têm grande potencial para aprender novas línguas. Ao contrário das crianças mais novas, o resto dos participantes trabalhou de acordo com a regra. Isso mostra que a aprendizagem explícita também é crucial.
Os resultados são animadores, particularmente na constatação de que a pronúncia das crianças é inferior ao de indivíduos mais velhos.
Mas os cientistas advertem que experimentos artificiais como este não podem necessariamente ser transferidos para o mundo real. Mesmo sendo os adultos melhores em aprendizagem implícita, as crianças ainda são mais propensas a ter uma chance de aprender de forma implícita.[NewScientist]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br