Pular para o conteúdo principal

Seu trabalho está te deixando doente?


Segundo um estudo canadense, estresse no local do trabalho não é bom para a saúde; também não é tão bom para a economia.
Para chegar a essas conclusões, os cientistas usaram dados nacionalmente representativos da Pesquisa Nacional de Saúde da População Canadense, restritos a adultos com idades entre 18 e 65 anos, a maior parte empregada, e que incluía estatísticas sobre cuidados de saúde, doenças crônicas, estado civil, nível de renda, tabagismo e hábitos de consumo.
Os pesquisadores descobriram que um estresse no trabalho cada vez maior faz com que os trabalhadores procurem mais ajuda de profissionais de saúde para doenças físicas, mentais e emocionais.
O número de visitas aos profissionais de saúde aumentou 26% entre os funcionários que trabalham em empregos de alta tensão, e era maior do que os números de empregos de baixa tensão.
"Nós acreditamos que um número crescente de trabalhadores está utilizando serviços médicos para lidar com estresse no trabalho", disse o coautor do estudo, Mesbah Sharaf.
Segundo Sharaf, há evidência médica de que o estresse pode afetar adversamente o sistema imunológico de um indivíduo,
aumentando assim o risco de doenças.
Vários estudos relacionaram o estresse à dor nas costas, câncer colorretal, doenças infecciosas, problemas cardíacos, dores de cabeça e diabetes.
Estresse no trabalho pode também aumentar os comportamentos de risco, como abuso de drogas, tabagismo e álcool, além de desencorajar comportamentos saudáveis, como atividade física, dieta adequada e aumentar o consumo de alimentos gordurosos e doces.
O estresse e os custos com cuidados de saúde associados também afetaram a saúde da economia canadense. "Os gastos de saúde no Canadá, como um percentual do produto interno bruto, aumentaram de 7% em 1980 para 10,1%", disse Sunday Azagba.
O Canadá quer controlar a situação antes que ela se torne tão estressante na sua economia como é nos EUA, onde 70% dos trabalhadores consideram seu trabalho uma fonte significativa de estresse. Estima-se que a utilização de cuidados de saúde induzidos pelo estresse nos EUA custe às empresas mais de um trilhão de reais por ano, reduzindo seus lucros em 10%.[LiveScience]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br