Pular para o conteúdo principal

Assista o salto de paraquedas mais maluco da história



Pular de paraquedas é uma atividade tão radical que muita gente fica com frio na barriga só de ver cenas de pessoas pulando do avião. Mas isso parece fichinha perto do que o paraquedista austríaco Felix Baumgartner irá fazer hoje, dia 9 de outubro.
Ele irá fazer o salto livre mais arriscado da história do paraquedismo, em uma altura inédita: 36.600 metros, a partir da borda da estratosfera. A façanha, que está sendo planejada desde 2010, é patrocinada pela marca Red Bull, motivo pelo qual a missão foi batizada de Red Bull Stratos.

O salto

A missão Red Bull Stratos tentará todos os limites humanos em questão espacial. Apoiado por uma equipe de pesquisadores, Baumgartner irá saltar de 36.600 metros de altura de um balão estratosférico de hélio.
Seu salto em queda livre em direção à Terra atingirá velocidades supersônicas – o que nenhum ser humano alcançou sem nenhum equipamento motorizado. A tentativa de Baumgartner de ousar limites atmosféricos tem o potencial de fornecer informações valiosas para futuras investigações científicas.

Preparação

A equipe da missão Red Bull Stratos reúne os principais pesquisadores do mundo em conhecimento aeroespacial, engenharia e na criação da roupa de Baumgartner e do balão. No dia 15 de março de 2012, Baumgartner fez um salto teste, no Novo México (EUA). Neste dia, ele saltou de uma altura de mais 21 mil metros.

O que poderia dar errado?

Baumgartner vai fazer o maior salto da história apenas com sua roupa pressurizada e seu paraquedas. Perigoso? Muito, e o paraquedista sabe disso. Ele e o patrocinador Red Bull afirmam que se consideram preparados para os riscos.
São vários os problemas que poderiam aparecer com o salto que pretende quebrar todos os recordes antigos. Um deles seria que o corpo do paraquedista poderia começar a rodar em uma rotação descontrolada. Com isso, Baumgartner poderia ficar cego temporariamente. O fluxo de sangue para a cabeça poderia causar uma hemorragia cerebral que poderia ser fatal. Por esse motivo, o paraquedas especialmente alongado será essencial para ajudar a estabilizar a descida.
Se a pressurização não estiver adequada, o sangue de Baumgartner poderia ferver. A falta de pressão pode fazer com que bolhas de ar se formem no sangue e o esquente muito. A despressurização também pode fazer com que o corpo inche em poucos segundos. Foi isso o que aconteceu com o paraquedista Joseph Kittinger, em 1960, quando ele saltou de uma altura de 31 mil metros, e suas mãos aumentaram duas vezes de tamanho na descida.
A roupa de Baumgartner foi especialmente projetada para evitar esses problemas. O macacão também o protegerá de temperaturas baixas. O paraquedista poderá enfrentar um frio de até 68 graus Celsius negativos. Para evitar qualquer complicação, uma equipe médica ficará de prontidão o esperando no chão.
Como dá para perceber, quebrar um recorde tão radical não é uma tarefa fácil. Nem muito segura. Vamos aguardar para ver se o salto mais maluco da história vai dar certo. [Gizmodo/LiveScience/Red Bull Stratos]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br