Pular para o conteúdo principal

Quais as vantagens e desvantagens de cada sistema móvel?


Ainda que iPhones e Androids dominem mais de 90% do mercado de smartphones, um terceiro sistema operacional vem conquistando seus usuários; o Windows Phone. As três plataformas tem suas peculiaridades e, no final das contas, a escolha fica mesmo a gosto do freguês.

Visualmente, os sistemas iOS, da Apple, e o Android, da Google, são até parecidos: ícones pequenos que podem ser organizados como você bem entender. A interação através da tela sensível ao toque também é parecida: multi toques e arrastes comandam praticamente todas as funções do aparelho. No Android, a diferença são os fundos de tela animados e a possibilidade de widgets, por exemplo, de previsão do tempo, logo na tela principal ainda bloqueada. Já o Windows Phone é um tanto diferente; blocos maiores substituem os ícones. Bastante intuitivo, para quem nunca experimentou um smartphone, talvez o Windows Phone seja o mais fácil de usar dos três.

Comparar desempenho dos sistemas operacionais móveis é um pouco complicado. Enquanto o iOS só roda em dispositivos Apple (entenda-se: iPhones e iPads), centenas de aparelhos funcionam com as mais diversas versões do Android. Como cada dispositivo é fabricado por uma marca diferente, fica difícil. E como essa velocidade depende tanto do sistema operacional quanto da qualidade do aparelho, não há o que discutir.

Outro quesito em que iPhones e Androids já empataram também diz respeito a uma das principais características dos smartphones: a quantidade e qualidade dos aplicativos disponíveis para cada plataforma. Cada uma das lojas virtuais já tem cerca de 800 mil apps disponíveis para download. O único que fica pra trás é o MarketPlace do Windows Phone, com apenas 120 mil aplicativos. Mas vale lembrar: a plataforma da Microsoft é bastante nova se comparada aos seus concorrentes e esse número ainda deve crescer muito.
Dos três sistemas operacionais, a plataforma de desenvolvimento para Androids é a única de código aberto; ou seja, o programador tem acesso total às funcionalidades do aparelho. Isso pode ser bom por um lado, mas perigoso por outro. Hoje, o sistema Android é o que apresenta maior número de vírus e malwares.

Outra diferença grande entre os sistemas – e neste caso quem fica bem à frente é a Apple – é a forma de atualização do sistema operacional. Enquanto esporadicamente a Apple libera atualizações do iOS que são feitas diretamente no aparelho e de forma bastante fácil, - aliás, em breve deve chegar mais uma versão do iOS - muita gente ainda não faz sequer ideia de como atualizar as versões do Android. Ainda que o Google atualize sua plataforma frequentemente, os usuários não recebem a nova versão disponível em seus telefones ou tablets. Na maioria das vezes, depende do fabricante do aparelho disponibilizar uma atualização compatível para determinado modelo de aparelho.

Há formas alternativas, porém arriscadas, de atualizar as versões do Android nos mais diversos dispositivos. Uma pesquisa simples na web e você encontra algumas sugestões. Mas, repetindo, nada seguro. Se algo der errado o aparelho pode ficar inutilizado. A Microsoft também lança atualizações periódicas do Windows Phone; o usuário recebe uma notificação da novidade no aparelho para fazer o download do novo software. Mas, no site da empresa existe um tutorial - nem tão simples assim - de ser seguido para efetuar a atualização – e a principal diferença dos iPhones, é que este processo precisa ser feito a partir de um computador e não direto do aparelho.

Como dissemos na abertura dessa matéria, sistema operacional é mesmo questão de gosto. Se você já experimentou mais de um deles, deixe sua opinião nos comentários. Aproveite e conte pra gente também se já teve qualquer problema para atualizar a versão do seu sistema operacional; seja ele qual for. Conte sua história e participe.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br