Pular para o conteúdo principal

Robot Google Schaft ganha concurso DARPA

O robô Google Schaft ganhou a competição Darpa criada pelo pentágono para encontrar soluções robotizadas para situações de catástrofe ou de emergência. O Google Schaft ficou à frente dos robots do MIT e da Tartan Rescue.

Google Schaft - Em prova

Google está a apostar forte no mercado da robótica pois só neste ano adquiriu oito empresas deste ramo: Boston Dynamics, Industrial Perception, Redwood Robotics, Meka, Schaft, Holomni, Bot & Dolly e Autofuss.
Até aqui a aquisição mais badalada tinha sido a Boston Dynamics pois é uma empresa mais focada na construção de armamento.
Mas hoje a notícia é o Google Schaft, um robot do tipo humanoide, ou seja, com a forma de humanos (pernas, braços, mãos, cabeça) mas que é especialista em operações de resgate ou tarefas em cenários de emergência que requerem mais precisão e agilidade.

Google Schaft brilhou na competição DARPA

Depois do acidente nuclear de Fukushima ficou claro que os robots da atualidade já fazem coisas bastante interessantes e são bastante promissores mas só o são dentro de um laboratório ou dentro de um ambiente bem controlado…
Google Schaft
O Pentágono nos EUA criou assim a competição DARPA para robots onde é apurado qual é o modelo que tem mais capacidade para enfrentar cenários a sério.
A competição DARPA conta com as seguintes tarefas:
  • Guiar um carro ao longo de um trajeto;
  • Subir uma escada de 2,4 metros;
  • Remover detritos que estão a bloquear uma porta;
  • Abrir uma porta utilizando o puxador;
  • Caminhar ao longo de um percurso de rampas e paredes;
  • Cortar uma forma triangular numa parede utilizando um berbequim;
  • Fechar 3 válvulas cada uma com um esquema diferente;
  • Desenrolar uma mangueira e atarraxar a ponta à torneira;
Google Schaft foi capaz de realizar a maior parte das tarefas com sucesso e obteve uma pontuação de 27 em 32 pontos possíveis. A competição DARPA teve a duração de dois dias e houve cerca de 100 participantes mas apenas 17 passaram para o segundo dia.
O robot Google Schaft mede 1.48 metros de altura, utiliza um sistema de arrefecimento líquido, tem condensadores em vez de baterias e foi desenvolvido por japoneses.
A fotografia seguinte mostra o robot Robosimian da NASA numa prova DARPA:

Nasa Robosimian

Quem for mais curioso sobre estes assuntos, pode ver o canal DARPAtv no Youtube onde estão alguns vídeos da competição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br