Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Leite integral é ruim para saúde como pensamos?

A filosofia da nutrição está mudando. Hoje sabemos que comer de forma saudável não é tão simples quanto evitar alimentos ricos em gordura – mas foi esse pensamento que deu a péssima reputação ao leite integral.
Reputação que ele não merece. Segundo uma coleção de pesquisas sobre o assunto, o leite integral não precisa ser substituído pelo semidesnatado ou desnatado.

Qual a diferença entre leite de vaca, de cabra e de soja?

A nutrição é uma ciência individual. O que funciona para muitas pessoas pode não funcionar para você. A fim de se certificar de que sua dieta é saudável, você deve conversar com o seu médico ou um nutricionista e descobrir o que é melhor no seu caso específico.

Dito isto, há uma série de estudos que apontam para a ideia de que o leite com alto teor de gordura pode fazer muito bem.

Do outro lado do espectro, foi sugerido que leite com baixo teor de ou sem gordura pode ajudar a reduzir o risco de osteoporose e diabetes tipo 2, atrasar a menopausa natural e até mesmo reduzi…

Cursos superiores em Votuporanga no IFSP

A partir de hoje, segunda-feira (06/01), os estudantes que querem concorrer a uma vaga de ensino superior em instituições públicas podem se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A inscrição é feita exclusivamente pela internet http://sisu.mec.gov.br/ e vai até a sexta-feira (10/01).

IFSP Campus Votuporanga oferece vagas para os cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Engenharia Civil. Aproveite esta oportunidade!


Como um método de ensino radical pode criar muitos gênios

A Escola Primária José Urbina López fica ao lado de uma lixeira na fronteira do México com os EUA. A escola atende moradores de Matamoros, uma cidade empoeirada de 489.000 habitantes, que luta uma extensa guerra contra as drogas. Por lá, há tiroteios regulares, e não é incomum encontrar corpos espalhados na rua pela manhã. Para chegar à escola, os alunos precisam andar ao longo de uma estrada de terra branca que se assemelha a um canal fétido. É possível ver, pelo caminho, um trator de 1940, um barco em decomposição em uma vala e um rebanho de cabras mordiscando fios cinzentos de grama. Uma barreira de blocos de concreto separa a escola de uma enorme pilha de lixo. Na maioria dos dias, um cheiro podre paira nas salas de aula com paredes de cimento. Paloma Noyola Bueno é uma estudante desta escola. Mais de 25 anos atrás, sua família mudou-se para a fronteira da região central do México em busca de uma vida melhor. Em vez disso, ficaram presos ao lado da lixeira. Seu pai vasculha sucata, …

Code Club ensina para as crianças habilidades para a vida toda

A tecnologia transformou a educação, mas, ao mesmo tempo em que os alunos aprendem a usá-la, raramente sabem como funciona. Agora, uma percepção crescente entre os educadores de que essa lacuna precisa ser preenchida está levando a uma nova revolução. A partir de setembro, a Inglaterra será o primeiro país do mundo a tornar programação de computadores uma disciplina escolar obrigatória em todos os níveis. De acordo com as diretrizes curriculares, a partir do momento em que começam a escola, aos cinco anos de idade, até quando completam o ensino público aos 16, as crianças aprenderão a codificar e compreender algoritmos simples, e usar linguagens de programação para resolver problemas computacionais.
Já nos Estados Unidos, de acordo com o Code.org, apenas uma em cada 10 escolas americanas ensina programação às crianças, apesar das previsões de que o emprego em informática vai aumentar em 22% até 2020, com a demanda mais forte sendo para desenvolvedores de software. Apesar de especialistas…