Pular para o conteúdo principal

5 desafios da área de tecnologia

Áreas de infraestrutura de TI precisam se antecipar ao futuro


(Foto: Olhar Digital)

A tarefa é das mais complicadas. Afinal, como acompanhar o frenético ritmo de evolução e de mudanças do mundo da tecnologia? O desafio é enorme para todas as áreas envolvidas em qualquer sistema produtivo, mas é especialmente agudo justamente para o segmento responsável por dar suporte aos novos usos, novos recursos, novos processos e até novas ideias que borbulham na era digital. Para os profissionais que trabalham na área de infraestrutura de tecnologia, quando o futuro se anuncia para os outros, já é hora de reunir talento, imaginação e trabalho para continuar a atender às novas demandas que estão sempre chegando.

O Olhar Digital reuniu 5 dos maiores desafios que batem à porta das equipes envolvidas na infraestrutura de TI. Eles são especialmente interessantes, à luz da chegada da nova era da Computação Cognitiva, que traz novos horizontes e também novas metas para o setor.

1 - Volume de dados

Não é novidade que a vida moderna se move a partir e em volta das montanhas de dados coletadas o tempo todo. A questão é que essa espiral só tende a aumentar e ganhar velocidade ainda maior, à medida que aparelhos - e todo tipo de gadget envolvido em processos de produção ou nas mãos de consumidores finais - tende a se conectar e enviar informação em tempo real para sistemas em nuvem. Ou seja, a infraestrutura precisa estar pronta para coletar dados em velocidade cada vez maior e armazenar esses dados de maneira otimizada.

2 - A nova era digital

Para dar conta das demandas cada vez maiores, os investimentos em poder de processamento continuam a consumir boa parte do orçamento dos setores de tecnologia das empresas. Essa lógica começou a ser alterada com a adoção de sistemas na nuvem, oferecidos como serviços pelos fornecedores de tecnologia. Porém, o passo seguinte nessa evolução vem sob o nome de Computação Cognitiva. A partir da adoção mais ampla de sistemas que "aprendem sozinhos", uma nova era digital terá início, com um uso muito mais racional de recursos de hardware e seus custos de manutenção.



3 - O armazenamento

Aqui, o nome do jogo é escalabilidade: a capacidade de rapidamente alocar quantidades maiores de armazenamento, sem perder de vista o custo da operação. O ambiente moderno das empresas demanda flexibilidade que vai além de simples espaço. A capacidade de armazenamento de longo tempo precisa caminhar lado a lado com sistemas destinados à recuperação rápida de informação. Nesse ambiente, já há uma grande tendência: a de arquiteturas abertas de storage, capazes de acomodar sob seu guarda-chuva uma grande variedade de aplicações.

4 - Redes e conectividade

Por incrível que pareça, essa é uma das áreas de infraestrutura de TI em que a incorporação de inteligência anda um pouco mais lenta. Mas, esse movimento é essencial e já dá seus primeiros sinais, com arquiteturas de rede definidas por software começando a tomar a cena. Adicionar inteligência, tanto a redes Wi-Fi quanto a redes cabeadas, pode ajudar a otimizar a entrega de dados, ao mesmo tempo em que economiza custos.

5 - Análise de dados

Finalmente, depois de vencidos todos os desafios anteriores, é preciso entregar o serviço ou a informação inteligível, concisa e eficiente para os usuários. No ambiente das empresas, essa tarefa quase sempre envolverá a análise de dados em real time. Aqui, novamente, a infraestrutura de TI precisa estar preparada para a era Cognitiva que se anuncia, com flexibilidade para se organizar em torno de nuvens híbridas, capazes de oferecer tanto a velocidade quanto a escalabilidade necessárias para as demandas.

Fonte: Olhar Digital

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br