Pular para o conteúdo principal

Microsoft Build 2018: veja os seis principais anúncios para Windows 10

Windows 10 vai expandir novo design para programas antigos e ficar mais integrado com o smartphone Android ou iPhone (iOS)

A Build 2018, conferência da Microsoft para desenvolvedores, trouxe nesta segunda-feira (7) várias novidades também para o usuário comum de Windows 10. Os anúncios iniciais incluem melhoria da integração entre o computador e o celular, além de expansão do Fluent Design para mais programas da empresa.


Outras áreas de destaque envolvem o uso do PC para controlar drones, além de inteligência artificial para aprimorar a acessibilidade do Windows. A Build ocorre em Seattle, nos Estados Unidos, e vai até o dia 9 de maio. Veja a seguir um resumo do primeiro dia de evento.



Microsoft lança novo conceito visual com o "Fluent Design" (Foto: Reprodução/YouTube)


1. Função “Seu telefone”

A Microsoft anunciou na Build o recurso Your Phone (em inglês, “seu telefone”), que promete aumentar a quantidade de informações do celular acessíveis no computador com Windows 10. A função permitirá acessar mensagens, fotos e notificações do smartphone diretamente na tela do PC, desde que haja configuração prévia para tal ação. A novidade representa uma evolução da integração disponível hoje em dia, já que usuários atualmente podem obter no desktop apenas o histórico de navegação mobile e outras informações básicas de um Android ou iPhone conectado.

2. Timeline no celular

O recurso Timeline, que estreou no Windows 10 April 2018, será levado ao smartphone. Sua função será mostrar, assim como no computador, as atividades realizadas nos últimos 30 dias no celular para que o usuário possa retomá-las de maneira simples. A plataforma inclui os sites acessados e os programas (como Word e Excel) usados dentro do período de tempo específico. As tarefas serão sincronizadas entre os dispositivos, ajudando a alimentar o histórico disponível no PC.

Na prática, a ideia é oferecer uma maneira prática de começar um trabalho no computador e continuá-lo no telefone, e vice-versa. Esse é um objetivo antigo da Microsoft. Dessa vez, a ideia é melhorar a integração em celulares Android com ajuda do Microsoft Launcher e, no iPhone (iOS), com o aplicativo do Edge.

Recurso "Timeline" será lançado também para celulares (Foto: Divulgação/Microsoft)

3. Fluent Design


A Microsoft anunciou uma novidade pequena, mas importante para o design do Windows 10 no futuro. O Fluent Design, linguagem visual que deverá surgir em breve no software, poderá ser aplicada também a programas clássicos. A empresa liberou para desenvolvedores o uso das novas animações, cores e comportamentos 3D até mesmo para aplicações mais antigas. A medida aumenta as chances da reformulação atingir a maioria dos apps para Windows, porque antes a expectativa era de que o Fluent Design fosse aplicável apenas aos apps modernos disponíveis na loja oficial.

4. DJI no Windows

O sistema do Windows deverá, em breve, oferecer uma função de controle remoto para drones da DJI. A Microsoft anunciou na Build o lançamento de um pacote de desenvolvimento que permite à fabricante de drones criar um software compatível com PCs. Será possível controlar um quadcóptero à distância e obter transmissão de dados em tempo real, e a previsão é de que haja um feed ao vivo da câmera aérea.


Drone DJI Spark (Foto: João Gabriel Balbi/ TechTudo)

5. Cortana e Alexa

A Microsoft demonstrou pela primeira vez a integração da sua assistente pessoal Cortana com a Alexa, da Amazon. O recurso do Windows 10 será transformado em um adicional instalável na caixa de som inteligente Amazon Echo, entre outros aparelhos. A ideia é poder usar o alto-falante smart para controlar a casa e, agora, também o computador.

A união das duas soluções de inteligência artificial já havia sido anunciada em 2017, mas só agora ela parece estar pronta para chegar ao mercado. Os aparelhos com Alexa, vale lembrar, ainda não são comercializados oficialmente no Brasil.

Cortana, a assistente pessoal da Microsoft, trabalhará em conjunto com a Alexa, da Amazon (Foto: Divulgação/Microsoft)

6. IA e acessibilidade

Os recursos de acessibilidade do Windows 10 deverão ficar mais eficazes com ajuda de inteligência artificial. A Microsoft anunciou um investimento de US$ 25 milhões em um fundo para incentivar desenvolvedores e cientistas a criarem soluções para melhorar a maneira como os computadores podem ajudar pessoas com deficiência. Ainda não há previsão de lançamento de produtos com essa finalidade.


Via Microsoft, Cnet e Windows Central
Por Techtudo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No filme o Livro de Eli, o personagem principal é cego?

Acho que o filme vale a pena, não só pela excelente fotografia, mas por alguns outros pontos. Eli pode ser cego sim. Ainda vou assistir mais uma vez o filme para confirmar, mas alguns detalhes são importantes para serem notados:
1) Cegos geralmente usam óculos de sol, portanto o fato de todo mundo usar, esconde um pouco o fato de ele usar.
2) Nem todos os cegos tem olhos do mesmo jeito. Se ele não for completamente cego, ele é o suficiente para ter que aprender Braile
3) Ele não olha para o sol e sim o sente em sua face.
4) Ele não encherga que a bateria de seu iPod está acabando? pq fica batendo nele?
5) Vai para o escuro lutar com os primeiros bandidos. Uma tremenda vantagem para quem é cego. Técnica muito usada pelo super-herói Demolidor.
6) Só atira qdo ouve de onde vem o tiro. Se ninguém atirar ele não revida.
7) Ele mata um passaro pelo som. É forçado ele acertar tudo, mas isso é para deixar a gente confuso.
Pois bem, só assisti uma vez, mas vou confirmar isso tudo na segunda. Acho qu…

Dica de configuração do CURA usando PLA

Essas são as configurações que eu fiz em minha impressora ANET A8 para imprimir no PLA.

Criei 2 perfis, um com média qualidade (0,2mm) e outro com alta qualidade (0,1mm).

Média Qualidade



 Alta Qualidade

Suporte para Notebook com tubos de PVC

Fonte: http://tecnicolinux.blogspot.com.br